Ozônio na ETAP 

Ozônio na Estação de Tratamento de Água Potável

Uso de ozônio na Estação de Tratamento de Água Potável (ETAP)


Referência Interna: AGUA.ETAP

Uso de ozônio na Estação de Tratamento de Água Potável (ETAP)

O ozônio é um excelente aliado nas estações públicas de tratamento de água potável (ETAP). Quando diluído em água, oxida metais pesados, toxinas, pesticidas, produtos fitossanitários, reduz a carga orgânica, DQO, DBO, turbidez, SS, SD, odor, sabor, melhora a coagulação e floculação, melhorando a sedimentação. Aumenta o desempenho do filtro, prolonga sua vida útil e reduz o número de lavagens.

É um super desinfetante que não deixa resíduos, reduz o consumo de cloro e previne o aparecimento de trihalometanos e outros compostos organoclorados. Além disso, o ozônio é gerado in situ, não precisa ser armazenado, transportado ou gerenciado, o sistema funciona de forma totalmente automática. A aplicação de ozônio + carvão ativado em sua estação de tratamento de água potável é garantia de sucesso.

Otimize seu ETAP aplicando ozônio e melhore a qualidade da água

O ozônio permite reduzir o consumo de produtos químicos

 O ozônio é gerado no local, não precisa armazenar ou transportar produtos químicos

O ozônio contribui para a sustentabilidade e redução das emissões de CO2

O sistema é automatizado, você não precisa de mão de obra para aplicá-lo

Problemas com a qualidade da água da ETAP?

Efeitos do ozono numa ETAP

Na Fase PRÉ:

O ozônio melhora a eficiência da coagulação e floculação na ETAP, favorecendo a decantação da carga orgânica. Oxida metais pesados ​​e reduz COD, BOD, turbidez, SS, SD, cor, odor, etc.

Na fase INTER:

O ozônio melhora o desempenho da filtração na ETAP, prolonga a vida útil dos filtros e diminui a frequência de lavagem, reduzindo a rejeição.

Na fase POST:

O ozônio em um poderoso desinfetante usado na ETAP, é muito eficaz na eliminação de todos os tipos de microrganismos em tempos muito curtos e sem gerar cloraminas ou compostos organoclorados.

1. Oxida metais pesados

O ozônio oxida metais pesados, como ferro, cobre, manganês, tornando-os insolúveis, favorecendo sua decantação ou retenção nos filtros.

Por isso, seu uso é frequente em fase PRE, injetando ozônio na cabeceira da ETAP.

2. Melhora a coagulação da floculação

O ozônio já tem o efeito de gerar focos e coágulos, devido à polarização da água elevando o potencial Redox. Mas também potencializa o efeito de outros floculantes e coagulantes, maximizando o agrupamento de material orgânico e inorgânico.

3. Melhore o desempenho da filtragem

Por ter uma fase de decantação otimizada, os filtros suportam menos carga, o que leva a menos lavagens e maior vida útil. Por fim, a ozonização gera moléculas com melhor peso molecular médio, o que favorece a absorção em filtros de carvão ativado.

4. Desinfecção poderosa

O ozônio elimina em baixas concentrações e tempos de contato, todo tipo de micro-organismos, como vírus, bactérias, fungos e mofos. Também tem um baixo efeito residual,

5. Melhora o cheiro e o sabor

A cloração na presença de matéria orgânica gera produtos organoclorados que, além de nocivos, proporcionam sabor e odor desagradáveis ​​ao consumidor. O método mais eficaz é a combinação de ozonização + filtração em carvão ativado (O3+GAC).

6. Reduz o uso de cloro, cloraminas

Água melhor purificada com menos carga orgânica terá uma demanda menor de oxidantes, a fim de manter níveis ideais de desinfecção. Portanto, se você usar ozônio na sua ETAP, consumirá menos cloro.

Que tipo de gerador de ozônio eu preciso?

Abaixo, mostramos as gamas de geradores de ozônio disponíveis para tratar ETAP.

 

Equipamento de ozônio de 100 a 1.000 gO3/h Para alimentação de LOX, oxigênio líquido.

Equipamento de ozônio de 1 a 40 kgO3/h Para alimentação de LOX, oxigênio líquido.

Equipamento de ozônio de 100 a 1.000 gO3/h Com concentrador de oxigênio integrado.
RecomendaçõesEquipamento de ozônio de 100 a 1.000 gO3/h
Para alimentação de LOX, oxigênio líquido.
 
Equipamento de ozônio de 1 a 40 kgO3/h
Para alimentação de LOX, oxigênio líquido.
  
Equipamento de ozônio de 100 a 1.000 gO3/h
Com concentrador de oxigênio integrado.
  
Equipamento Incluído
Módulo de geração
Dielétrico cerâmico
Gerador resfriado a água
Transformador e painel elétrico.
Com Controle Automático de Energia.
Com Gerenciador de Receitas por PLC.
Com Sensor de Vazamento.
Módulo de geração
Borossilicato dielétrico
Gerador resfriado a água
Transformador e painel elétrico.
Com controle automático de potência.
Com Gerenciador de Receitas por PLC.
Com Sensor de Vazamento.

Módulo de geração
Dielétrico cerâmico
Gerador resfriado a água
Transformador e painel elétrico.
Com Controle Automático de Potência.
Com Gerenciador de Receitas por PLC.
Com Sensor de Vazamento.
Com compressor .
Com Concentrador de Oxigênio.
Com sistema de refrigeração integrado
Equipamento opcional
Medidor de gás de ozônio
Válvula proporcional de ozônio
Sistema de refrigeração
Sistema de dosagem
Sistema de destruição de ozônio
Válvulas secundárias
Medidor de gás de ozônio
Válvula proporcional de ozônio
Sistema de refrigeração
Sistema de dosagem
Sistema de destruição de ozônio
Válvulas secundárias
Medidor de ozônio a gás
Sistema de dosagem
Sistema de destruição de ozônio
Válvulas secundárias
Concentração de ozônio
150 gO3/m3
150 gO3/m3
150 gO3/m3
Concentração de ozônio
De 100 a 1.000 gO3/h
De 1 a 40 kgO3/h
De 100 a 1.000 gO3/h
Condições de trabalho
De 1 a 3 bares
Trabajo duro
De 0,6 a 1,4 bar
Trabalho duro
De 1 a 3 bar
Trabalho duro

1. Qual é a diferença entre os intervalos?

As gamas de geradores de ozono GR-EP e GRV-EP são equipamentos a serem alimentados com oxigénio LOX. São equipamentos industriais, robustos, com alta concentração de ozônio, conscientemente projetados e fabricados para funcionar 24 horas por dia, 7 dias por semana. A gama GR-EP cobre até 1kgO3/h, com tecnologia dieléctrica cerâmica, enquanto a gama GRV-EP é para produções maiores até 40kgO3/h. 

Por outro lado, a gama GRZO-EPSF difere das outras duas, na medida em que possui um compressor e concentrador de oxigénio incorporados, pelo que não necessita de ser alimentado com oxigénio LOX, é um equipamento autónomo, necessita apenas de eletricidade . É também um equipamento industrial com alto desempenho e performance.

2. Qual faixa você recomenda?

A primeira coisa é calcular a quantidade de ozônio que você precisa. Se necessitar de mais de 1Kg ou 3/h, terá de selecionar a gama GRV. Para produções inferiores a 1KgO3/h, tem a versão GRZO-EPSF, com compressor e concentrador de oxigénio, e se preferir trabalhar com alimentação de oxigénio LOX, tem a gama GR-EP. Eu recomendo usar a linha GRZO-EPSF sempre que possível, é um pouco mais caro, mas você evita os custos do oxigênio LOX.

3. Quanto ozônio eu preciso?

Geralmente, são aplicadas doses entre 2 e 3 ppm de ozônio na vazão total da planta.

Projetos personalizados de ozônio

Somos projetistas, fabricantes, instaladores e mantenedores de sistemas de geração de ozônio de alta qualidade para ETEs públicas.

Contate agora
Somos projetistas, fabricantes, instaladores e mantenedores de sistemas de geração de ozônio de alta qualidade para ETEs públicas.

Exemplos de ozônio na ETAP

Ozônio para a ETAP em Hornachos. Extremadura, Espanha.

Ozônio para a ETAP em Hornachos. Extremadura, Espanha.

Ozônio para a ETAP em Hornachos. Extremadura, Espanha.

Ozônio para a ETAP em Zafra. Extremadura, Espanha.

Ozônio para a ETAP em Hornachos. Extremadura, Espanha.

Ozônio para a ETAP em Jerez de los Caballeros. Extremadura, Espanha.

Ozônio para a ETAP em Hornachos. Extremadura, Espanha.

Ozono para a ETAP em Aguilar de Campó. Palência, Castilla la Mancha. Espanha

Ozônio para a ETAP em Hornachos. Extremadura, Espanha.

Ozono para estação de tratamento de águas residuais Extremadura. Espanha

Ozônio para a ETAP em Hornachos. Extremadura, Espanha.

Ozônio em estação de tratamento de água potável Arábia Saudita

Precisa de uma citação?